top of page
  • Foto do escritorEditoria Dom

4 casos famosos de disputas por registro de marcas


Quatro casos famosos de disputas por registro de marca.

No mundo dos negócios, a marca é um ativo valioso e seu registro é uma importante ferramenta de defesa. Não é incomum nos depararmos com histórias de longas e ásperas batalhas legais por conta do uso ou apropriação indevida de uma marca. Em alguns casos, essas disputas ganharam destaque mundial e servem de lição para as empresas na gestão de seus ativos. Neste artigo, vamos destacar quatro casos famosos de disputa por registro de marca. Através desses episódios, é possível entender a importância da proteção jurídica da marca e as consequências de falhas nesta gestão. Acompanhe no decorrer do texto e perceba a importância de uma estratégia bem definida de propriedade intelectual para o sucesso do seu empreendimento.


O caso Apple vs Apple Corps: Quando as maçãs colidem



Logo Apple vs. Apple Corp.

A disputa entre a gigante da tecnologia Apple Inc. e a empresa de música Apple Corps é um caso emblemático que ilustra as complexidades do registro de marcas. O confronto, que se tornou conhecido como "Quando as maçãs colidem", teve início em 1978 quando a Apple Corps, detentora dos direitos da banda The Beatles, processou a então nascente Apple Computer por violação de marca registrada.


O coração desse embate estava no campo do marketing e vendas. Ambas as empresas reconheceram o valor simbólico e comercial da maçã - uma representação simples, mas poderosa de inovação e originalidade. No entanto, apesar de operarem em setores distintos - música e tecnologia - ambas lutaram para garantir exclusividade no uso dessa imagem icônica.


O caso culminou numa série de acordos legais ao longo das décadas seguintes, onde ambas as empresas tiveram que delinear cuidadosamente seus respectivos campos de atuação para evitar futuras infrações. A situação só foi definitivamente resolvida em 2007, quando a Apple Inc. adquiriu todas as marcas relacionadas à 'Apple' pertencentes à Apple Corps.


A Adidas e a perda de suas três listras: Uma disputa sobre simplicidade



Logo Adidas

Um caso que ganhou destaque foi a batalha da Adidas pela proteção de suas três listras, um elemento simples, mas icônico da marca. O caso levanta questões relevantes sobre como as empresas devem gerenciar sua identidade visual em um ambiente altamente competitivo e inovador.


A Adidas é uma gigante do setor de vestuário esportivo, conhecida mundialmente por suas três listras paralelas que adornam seus produtos. Entretanto, em 2019, a empresa enfrentou uma grande derrota legal quando o Tribunal Geral da União Europeia considerou que suas três listras não possuíam o "caráter distintivo" necessário para garantir a proteção por direitos autorais na região.


A simplicidade pode ser um fator crucial na criação de uma marca memorável e reconhecível. No entanto, essa mesma simplicidade pode tornar difícil sua defesa legal.

Além disso, é preciso lembrar que vivemos em uma era onde a inovação é constante e rápida. Portanto, manter-se atualizado com as tendências do mercado e adaptar-se às mudanças é fundamental para qualquer negócio prosperar.


O embate entre Gucci e Guess



Aplicação de Logo - Gucci vs. Guess.

O embate entre as gigantes da moda Gucci e Guess é um dos casos mais famosos de disputa por registro de marca, demonstrando como a inovação pode gerar atritos no mercado. A Gucci, uma empresa italiana reconhecida mundialmente por sua sofisticação e qualidade, acusou a Guess, marca americana popular por seus jeans descolados, de copiar seu icônico logotipo "G".


Esse confronto marcou profundamente o universo do marketing e das vendas na indústria da moda. A Gucci argumentava que a Guess estava diluindo sua imagem de marca ao replicar elementos estilísticos distintos em seus próprios produtos. O caso foi levado aos tribunais em 2009 e se estendeu por vários anos, envolvendo processos legais em diversos países.


Harley Davidson e o som do seu motor



Logo - Harley Davidson.

A empresa, mundialmente reconhecida por suas máquinas potentes e design único, entrou em uma batalha judicial para proteger um elemento singular da sua identidade: o som do motor das suas motos.


A ação, iniciada nos anos 90, foi uma tentativa audaciosa e inovadora da Harley Davidson de registrar o som característico dos motores das suas motos como uma marca registrada. O caso gerou polêmica no mundo do marketing e das vendas, pois abriu um debate sobre até onde se estende a proteção legal das marcas.


Apesar da criatividade e inovação na estratégia jurídica da empresa, o pedido foi negado pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos. A justificativa foi que muitas outras marcas também produziam sons semelhantes, tornando impossível associar o ruído apenas à Harley Davidson.


Em resumo, a importância do registro de marca não pode ser subestimada, como evidenciado pelos 4 casos famosos de disputas que discutimos. Estas questões reforçam a necessidade de proteger esse bem essencial para o sucesso do seu negócio. A campanha da Dom Estratégias visa justamente auxiliar você neste processo tão importante, oferecendo condições promocionais durante o mês de fevereiro. Agora cabe a você dar o próximo passo. Imagine seu negócio seguro e livre de futuras disputas de marca. Consegue visualizar? Então, entre em contato conosco e vamos tornar essa visão uma realidade. O futuro da sua marca começa aqui.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page